Anúncios

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

More than words





















More than words
Is all I ever needed you to show
Then you wouldn't have to say
That you love me 'cause I'd already know

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

bem

Estar bem consigo mesmo. Basta ser sincero e desejar profundo não é mesmo?!
Então, é assim que as coisas estão. Estou bem, tranquilo. No caminho das boas considerações e escolhas!
Vamos nessa!

domingo, 18 de dezembro de 2011

Anyplace is better... starting from zero got nothing to lose





Maybe we'll make something
But me myself I got nothing to prove

sábado, 17 de dezembro de 2011

Jardim Botanico

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

sempre vai ser especial

16/12/2006


 !*

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

!

Minha alma guarda o que a mente tenta esquecer!


Não lamentar por aqueles que estão saindo de nossas vidas. É um processo natural.
As coisas que aconteceram irão ficar, sempre irão.
Não sentir inveja, não sentir apego
Estar totalmente uno consigo
e não se preocupar com mais nada.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Ando tão à flor da pele

Ando com tudo tão em voga.
Ando com tudo tão assim, sem saber ao certo como explicar.

As coisas são novas e os inimigos são velhos.
De tudo que sei, percebo ao menos que dela sinto falta, dela...Thamara.

Ando tão assim, ando tão à flor da pele.

Se sinto falta de dizer seu nome? SIM!
Se sinto falta de tocar seu rosto e seu cabelo? SIM!
Se sinto falta de seu abraço e de sua voz? SIM


É ela que me envolve que me agrada e o que me faz. Agora eu sou outro.
Outro que continua sentido falta. Falta tão grande que parece uma cratera
enorme cratera que não cabe descrição nem discrição

Sinto sua falta. Mas não me espere, pois eu não vou estar de volta.


sábado, 10 de dezembro de 2011

hey

Ahh essa sexta *_*

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Resenhas de uma quinta categoria

Ainda estou meio bêbado de ontem me parece. Ontem a quinta de uma resenha qualquer foi marcada por uma espécie de peregrinação por alguns pubs do centro. Antes mais cedo havíamos, Marcel , Vitor e eu, pego uma chuva terrível após ir no Alto do XV acertar alguns detalhes da casa( que escreverei depois sobre), ao chegarmos de volta ao ap, Vitor foi para prova e ficamos aqui decidindo qual lugar ir, foi então que o primeiro foi escolhido o IrishPub( Fotos de lá).

Ainda meio vazio percebemos que seria o dia de música indie com algum cover pseudo qualquer. Então Marcel e eu iniciamos a bebedeira até a chegada do Vitor que nos tirou de lá, da música indie e das meninas indies para ir até um bar muito underground, hippie no qual o chopp de Stella custava quase a metade do valor do Irish. Chegando no tal bar de nome "Lado B" ( não tinha nem placa na porta), continuamos a beber mais e pagando menos. Um pouco depois resolvemos então irmos para o Old's Pub lugar que já havia ido da outra vez que estive aqui e já sabíamos como era. Mas por algum motivo ontem estava meio vazio e andamos já sem rumo, bêbados e cansados. Foi quando paramos em frente ao Blues Velvet, uma boite/bar bem aqui perto mas que eu não tinha ido ainda. Ficamos vendo se teríamos dinheiro suficiente pra entrar e para continuar a beber lá dentro. Contamos as moedas e entramos.

Assim que entramos vimos que era o dia de samba de raiz e foi realmente muito animado. Todas aquelas músicas incríveis e o ambiente super maneiro.Conhecemos uma alemã e uma ltaliana a alemã falava italiano o que facilitou a comunicação.

Cheguei bêbado e cansado e animado também.

Foi uma resenha, de uma quinta qualquer.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Frases da noite de ontem

Frases da noite de ontem.
Frases de um mês atrás

Conversas e conversas intermináveis
que não queríamos que acabassem.


  Esperar até sexta para continuar aquela conversa que não terminamos ontem...vai ficar pra sexta =]

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

É isso ai!

Parece lindo, parece legítimo, parece claro mas é tudo falso.Você vai ver quando tocar, pois irá desfarelar. Só o que permanece é real o resto é estúpido, quase que uma brincadeira de mau gosto. E não se engane com o gosto, é sempre bom no início. É feito assim para nos atrair e nos enganar, o gosto as vezes até fica por mais um tempo, é para nos iludir, ludibriar e embriagar. A sensação as vezes é tão boa e tão nítida que você chega até a pensar que é para sempre e sempre que pensar assim estará você fadado ao descaso, à desgraça e a morte em vida. Não dependa desse gosto para viver seus sonhos, suas buscas e suas vontades, pois esse gosto dirá que todo resto é amargo e desnecessário e que tudo que você precisa é dele. Ele é tão obscuro e egoísta que chega a dizer que se você perdê-lo nunca mais irá encontrá-lo, não mais irá senti-lo, mas não passa de um de seus jogos infernais. Não espere que ele vá resolver todos os seus problemas e aceite mais ainda outros que ele trará a sua porta, uma de suas formas de ação é dizer que ele é a solução mas é disfarce, é máscara é mentira.
Não espere o amor verdadeiro, pois o amor por si só já é falso e de algo verdadeiramente falso o que resta é a dor.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Silêncio

No silêncio uma catedral
Um templo em mim
Onde eu possa ser imortal
Mas vai existir
Eu sei, vai ter que existir
Vai resistir nosso lugar

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011